Nil Matos's

Personalidade

Cantinho da leitura

Aos cinco anos ja lia de tudo e gibis eram meus prediletos: Monica, cebolinha, cascão e magali. Com o tempo passei à ler fotonovelas escondido de meu pai que era muito conservador. Meu primeiro livro foi do Edgar Allan Poe que me fez  criar gosto pela ficção. Tinha convulsões de leitura quando pegava um livro e muitas vezes lia 1 por dia. Depois do escritor alemão Patrick Suskind com seu ¨A Pomba¨que tirou-me muitas noites de sono mas não balançou tanto quanto ¨O Perfume¨ que chocou  todo ser humano. Aí me apaixonei por Ricard Bach com seus maravilhosos ¨Fernão Capelo Gaivota¨, Longe é um Lugar que não Existe¨, e outros e não parei mais de ler.  Tinha convulsões de leitura quando pegava um livro e muitas vezes lia 1 por dia. Agora, se voce não leu ¨O amante¨de Marguerit Duras não sabe o que esta perdendo.¨A Insutentável leveza do ser¨de Milan Kundera, não poderia deixar de citar aqui,¨Terras do sem fim¨, ¨Capitães da Areia¨e quase todos de Jorge Amado. Daí minhas aptidões vão ficando mais acadêmicas e parto para os clássicos O ¨Amor nos tempos do cólera¨, ¨O General em seu Labirinto¨, ¨Cem Anos de solidão¨, ¨Os frutos selvagens da Sibéria¨ do russo Ievgueni Ievtuchenko, Existencialismo, Vontade de poder de Friedrich Nietzsche e outras baboseiras abaporus. E neste meio termo minhas viagens heavy metals, tornam-se mais frequentes e nunca mais deixei faltar um ivro em minha cabeceira.

2008/09/22 Posted by | Uncategorized | , , , , , , | Deixe um comentário